Pedro, Cade a Ju?

 

Impressões

 Juliana

 Pedro

Porto Alegre

Lar doce lar.

 

Porto Alegre

Cidade escura, onde tudo se resume ao resultado do Grenal.

Londres

Cidade de maior mistura cultural que já visitei. Voltaria várias vezes.

 

Londres

Londres me intrigou: por que todos fazem jogging com mochila nas costas?

Salisbury

Cidadezinha pacata. Vale a visita para conhecer a catedral. Foi nossa ponte para Stonehenge.

 

Salisbury

Apenas uma catedral.  Mas que catedral!

Stonehenge

Sou muito mais a civilização Inca. Para turista ver de longe.

 

Stonehenge

Esperava mais. Tanta gente acabou estragando um pouco o clima.

Bath

Uma graça de cidade. Rica em arquitetura.

 

Bath

Pedras, pedras e mais pedras por todos os lados. Bonito de se ver.

Stratford-Upon-Avon

Cidade gostosa para sentir o clima inglês e se misturar com os turistas de final de semana em busca de Shakespeare.

 

Stratford-Upon-Avon

Casa do Shakespeare, da esposa dele, da filha dele, da avó dele e assim vai. Muita gente vivendo bem até hoje às custas de um homem só. Insustentável.

Oxford

Não encontrei a cidade universitária que vi tanto em filmes e fotos.

 

Oxford

Hoje provavelmente mais cheia de turistas que de mentes brilhantes.

Bruges

Cidadezinha turística com o encanto da Bélgica: ótimos chocolates e boa cerveja.

 

Bruges

Quase uma cidade de brinquedo, mas que soube se reinventar para não sumir do mapa: virou uma maquete para não virar uma ruína.

Bruxelas

Nos arredores de uma imponente e maravilhosa praça, muita coisa gostosa para ver e fazer.

  Bruxelas

Uma bagunça divertida. 

Amsterdã

Charmosos canais, edifícios antigos e bares animados. Pelas ruelas, maconha a vontade e prostituição em vitrine. Um mundo paralelo na Europa.

 

Amsterdã

Não é mais a cidade alternativa que conheci há 12 anos. Como nós, as cidades envelhecem e ficam mais caretas com o passar dos anos.

Reykjavik + Interior da Islândia

Nem tão isolado como pensava, um país cheio de encantos naturais. Um final de verão com 10 graus que faz o povo feliz.

 

Reykjavik + Interior da Islândia

Certamente o lugar para onde os Outros levaram os filhos de Craster: olhos azuis, mas realmente azuis, por todos os lados.

Varsóvia

Uma cidade que renasceu das cinzas. Hoje, com jovens festeiros convivendo em paz com o seu passado.

 

Varsóvia

Não ouvi uma única buzina. O trânsito mais silencioso e calmo que já vi.

Cracóvia

Um encontro impactante com a triste história de um país inteiro.

 

Cracóvia

Uma boa lembrança dos recentes erros graves da humanidade.

Praga

Uma cidade de encher os olhos...

 

Praga

E a barriga de cerveja!

Cesky Krumlov

Cidade mais famosa do que bonita.

 

Cesky Krumlov

Que bom que resolveram restaurar a cidade. Pena que deixaram a turma do jardim de infância desenhar tijolos, estátuas e janelas em todos os edifícios.

Dresden

Edifícios enormes para uma cidade pequena.

 

Dresden

Mais uma prova de que o desejo de um só homem pode criar coisas realmente grandes.

Berlim

Uma cidade completa: tem história, programação cultural, ótimos espaços públicos e muita animação!

 

Berlim

Um bom exemplo de que tudo pode mudar muito, mas muito mesmo, em 20 anos.

Copenhague

A cidade que merece todos os prêmios! Arquitetura apaixonante, e gente educada e muito feliz.

 

Copenhague

Cidade pequena com todas as vantagens de uma metrópole.

Estocolmo

Muitos barcos e uma vida em paz com o mar.

 

Estocolmo

Sair do trabalho todos os dias às 17:00 horas e ganhar bem não tem preço.

Oslo

Uma mescla de costumes bem noruegueses com uma cidade cada vez mais americanizada.

 

Oslo

Sim, a cidade escandinava mais americanizada de todas.

Bergen

Um amontoado de casinhas queridas e coloridas.

 

Bergen

Uma Bruges com vida própria.

Tromso

Boa comida, bons hotéis e ótimos guias para a aurora boreal. That's it.

 

Tromso

O encontro de estudantes e caçadores da aurora boreal.

Moscou

Um povo que se esconde dentro de enormes casacões e deixa a cidade sem vida.

 

Moscou

Há jovens querendo conhecer o mundo e um teatro imenso para que isso não aconteça.

São Petersburgo

Edifícios soviéticos que não deixam você esquecer que está em território russo.

 

São Petersburgo

Um museu, muitos palácios e, sim, tudo bem russo e desorganizado.

Munique

Ótimos museus, infraestrutura modelo alemã e um povo que bebe cerveja como água.

  Munique

Oktoberfest. Não preciso dizer mais nada (até porque não lembro de mais nada!)

Cidade de Luxemburgo

Crème de la crème. Cidade que trouxe o melhor de cada vizinho.

 

Cidade de Luxemburgo

Uma fortaleza gigante que virou paraíso fiscal e, como qualquer bom paraíso fiscal, tem tudo menos população própria.

Eguisheim

Mini cidade medieval com o toque francês, que deixa tudo muito romântico.

 

Eguisheim

Tão silenciosa e aconchegante que chega a ser quase chata. Quase.

Berna

Você precisa viajar ao interior do país para se sentir na Suíça.

 

Berna

Todos fumam, sem exceção. Ah, e todos gritam nos trens, sem exceção.

Interlaken

Voltada para o turismo chinês e ideal para servir de base a quem procura esportes radicais na Suíça.

 

Interlaken

Relógios, canivetes, chineses e árabes. Sim, mais árabes e chineses que relógios e canivetes. 

Annecy

Ainda é uma cidade capaz de inspirar artistas.

 

Annecy

Cidade preguiçosa que não acorda na segunda-feira.

Arles

Um colossal monumento que parece maior que a própria cidade.

 

Arles

Touradas em uma autêntica arena romana. Demais.

Collioure

Um pouco de praia, um pouco de história e um pouco de França.

 

Collioure

Praia? Onde?

Barcelona

Lugar alegre e riquíssimo em arquitetura, que parece borbulhar o ano inteiro.

 

Barcelona

Gaudí e sangria na praia.

Valência

Uma experiência mais autêntica e menos turística.

 

Valência

Uma província com um projeto urbanístico megalomaníaco.

Madri

Lugares legais que vão desde o mercadinho mais simples até os melhores restaurantes.

 

Madri

Uma cidade sem muita identidade. É muita coisa e nada ao mesmo tempo.

Sevilha

A mais espanhola de todas.

 

Sevilha

Muito calor, estudantes e uma lembrança viva da invasão moura.

Tarifa

Bem preparada para receber os turistas que se aventuram no continente africano.

 

Tarifa

Uma ponte entre o velho continente e o mundo muçulmano.

Tânger

Uma medina pra lá de confusa, mas que nos acolheu super bem.

 

Tânger

Vive a rivalidade Barcelona-Real Madrid mais intensamente que os espanhóis.

Chefchaouen

Pitoresca. Cidade azul e única!

 

Chefchaouen

Todos os tons de azul do Pantone.

Fez

Os curtumes são a única parte turística da cidade.

 

Fez

Pesada e pouco receptiva.

Merzouga

Um deserto laranja que me fez até gostar de andar de camelo.

 

Merzouga

Linda como só um deserto de dunas pode ser.

Marrakech

Um caos que recebe gente do mundo inteiro.

 

Marrakech

Ainda muito pobre.

Essaouira

Uma mistura de cidades marroquinas, com um clima descontraído.

 

Essaouira

Uma medina dentro de uma antiga fortaleza medieval portuguesa.

Casablanca

Está na rota do turismo graças ao filme e à gigante mesquita. Não há nada mais para ver.

 

Casablanca

Todos parecem infelizes.

Túnis

Diferente de tudo o que você imagina que exista na África.

 

Túnis

Diferente, mas nem tanto. Povo alegre, receptivo e pacífico, mais ou menos como o brasileiro.

Costa Amalfitana

Mais romântico, impossível.

 

Costa Amalfitana

Mais bonita que o Rio de Janeiro.

Roma

Uma boa surpresa a cada esquina.

 

Roma

A Roma de sempre. Demais.

Florença

Lotada de turistas para ver a linda catedral, até no inverno.

 

Florença

O poder da igreja e o fascínio das pessoas por ela em evidência. Vai entender...

Veneza

A cidade mais fotogênica de todas.

 

Veneza

Vinte centavos? Vem pagar transporte público aqui, vem!

Viena

Cenário ideal para histórias de princesa da Disney.

 

Viena

Cinza e repleta de fachadas para lá de perfeitas.

Budapeste

Tem história, tem gente jovem, tem restaurantes legais, tem a igreja mais linda, e tem muitas outras coisas para curtir e admirar.

 

Budapeste

Ainda mais cinza e com feirinhas de Natal por todos os lados.

Belgrado

Cidade jovem que parece estar apagando as marcas da guerra e se modernizando.

 

Belgrado

Fria como o inferno. Deve ser outra no verão.

Sarajevo

É chocante caminhar pelas ruas e ver as marcas da guerra. Hoje, convive pacificamente com todas as crenças.

 

Sarajevo

Lar de um povo realmente sofrido. Neste quesito, coloca o brasileiro no chinelo.

Mostar

Bonitinha. Bem inha.

 

Mostar

Cidade fantasma no inverno.

Split

Clima animado de praia que deixou o desejo de voltar no verão.

 

Split

Paraíso dos solteiros, até no inverno.

Zadar

Dona de um surpreendente projeto na orla que merece ser mais conhecido.

 

Zadar

Não depende da beleza natural para agradar, como algumas de suas vizinhas.

Dubrovnik

Linda vista de qualquer ângulo.

 

Dubrovnik

Game of Thrones na terra.

Kotor

O centro histórico tem vida própria e o povo carismático de lá faz toda a diferença.

 

Kotor

Tem boas cabeleireiras.

Budva

De repente, no verão seja legal.

 

Budva

Certamente uma bolha imobiliária: praia feia, sem infra-estrutura e com dezenas e mais dezenas de hotéis prontos e em construção.

Bar

Poderíamos ter pulado esta cidade.

 

Bar

Nem o meu desejo insaciável por conhecer ruínas medievais justificaria esta visita.

Tirana

Um café a cada esquina.

 

Tirana

Não vi um albanês comendo. Tomam café e devem fazer fotossíntese.

Berat

Uma boa surpresa no nosso caminho para a Grécia: charmosa e ainda livre do turismo de massa.

 

Berat

Janelinhas e perus à venda.

Gjirokaster

Fria e sem nenhum atrativo. Me deixou entediada.

 

Gjirokaster

Giro que? Ah, aquela cidade na fronteira com a Grécia.

Meteora

As construções mais bem integradas com a natureza que já vi. Lugar único e espiritual.

 

Meteora

De outro mundo. Literalmente.

Atenas

Uma capital com muita história, mas pouco charme.

 

Atenas

Uma aula de como não restaurar ruínas antigas.

Istambul

Impressionantes mesquitas no meio de uma cidade agitada que borbulhava no final do ano.

 

Istambul

Fila? Pra que?

Göreme

Uma joia da Turquia que deve ser vista de cima.

 

Göreme

A residência oficial de quase todos os pilotos de balão no mundo.

Pamukkale

Uma beleza natural a ser desfrutada no verão.

 

Pamukkale

Águas termais? Coloca o pezinho na piscina no inverno, coloca.

Selçuk + Éfeso

O pouco que sobrou das ruínas de Éfeso é muito.

 

Selçuk + Éfeso

Com as lindas ruínas de Éfeso, quem quer ver a casa da Maria?

Aswan + Kom Ombo

Ótimo ponto de partido para começar a sentir a preciosidade das construções egípcias.

 

Aswan + Kom Ombo

A beleza do Nilo cortando o deserto contrasta de uma forma absurda com a feiura daquilo que o homem moderno construiu às suas margens.

Edfu + Luxor

A inacreditável devoção pelos deuses que rendeu construções de outro mundo.

 

Edfu + Luxor

Monumentos egípcios para todos os gostos. E vendedores insuportáveis também, oferecendo de tudo.

Cairo

Entre as chocantes pirâmides, uma cidade que merece um planejamento urbanístico urgente.

 

Cairo

O ser humano em seu pior e melhor, tudo ao mesmo tempo e misturado. Pena que a parte boa já tem quase 5.000 anos.

Tel Aviv

Parece estar crescendo muito rápido, mas ao mesmo tempo cuidando para recuperar o antigo e manter as tradições do povo.

 

Tel Aviv

Disseram que era a Nova Iorque do Oriente Médio. Só que não.

Norte de Israel

Um pouco religioso demais para me conquistar.

 

Norte de Israel

Com o Brasil dando sopa, por quê mesmo Deus prometeu um pedacinho de deserto ao povo?

Jerusalém

Um lugar sagrado para três religiões diferentes que me surpreendeu muito.

 

Jerusalém

Cidade mais impressionante do mundo. Sem dúvida nenhuma.

Sul de Israel

Vale a experiência nas águas gordurentas do Mar Morto.

 

Sul de Israel

Além do Mar Morto e de Masada, um monte de nada.

Aqaba

Foi um choque ver as roupas das mulheres muçulmanas em plena areia.

 

Aqaba

Teletubbies, teletubbies. Praaaaaaaia.

Wadi Rum

Lindo deserto de pedras gigantes e beduínos felizes.

 

Wadi Rum

Uma diversidade de desertos em um lugar só. E tudo perto e de fácil acesso.

Petra

Cada ângulo por lá, uma paisagem diferente.

 

Petra

E pensar que o grande ápice da vida dos Nabateus era acabar de construir um belo caixão.

Madaba + Jerash

Lindos moisaicos no meio de uma cidade ainda um pouco sem graça.

 

Madaba + Jerash

Perto do aeroporto, para chegar ou ir embora.

Dubai

Uma mistura de culturas em uma cidade futurista.

 

Dubai

Sem álcool, sem jogo e sem putaria, como alguém pode se divertir por lá?

Muscat

Mulheres de preto e maridos de branco desfilando em carrões e morando em casas bonitas.

 

Muscat

Adorei, mas juro que não sei porque.

Nizwa + Arredores

Um lindo deserto ainda longe de turistas.

 

Nizwa + Arredores

Você também andará em um Toyota 4X4 branco por aqui. Tenho certeza.

Bangkok

É uma São Paulo asiática: ou você ama, ou você odeia.

 

Bangkok

Quem arrisca roubar um beijinho na boca por aqui?

Ao Nang

Ótima base para visitar as melhores praias do sul da Tailândia.

 

Ao Nang

Para mim, praia é ainda mais bonita numa televisão HDTV, com pipoca e coca-cola no ar condicionado de casa.

Koh Phi Phi

Um lugar para deixar qualquer um encantado. Difícil de ir embora.

 

Koh Phi Phi

A capital mundial da lesão: uma em cada três pessoas está machucada.

Chiang Mai

Cheia de atividades legais e com uma atmosfera adorável.

 

Chiang Mai

Com suas muitas atividades, soube agradar uma turista chata: a Ju.

Chiang Rai

Um inesquecível templo branco e um lindo museu negro.

 

Chiang Rai

Nem quando o céu está limpo ele é azul. Tipo São Paulo.

Siem Reap

Um complexo de templos de outro mundo, cheio de crianças lindas e amáveis que dá vontade de levar para casa.

 

Siem Reap

Nunca urinei tão pouco.

Phnom Penh

Não tem tanta graça como Siem Reap, mas retrata exatamente a pobreza e a evolução do país.

 

Phnom Penh

A cerveja é quase grátis, mas vem com gelo.

Ho Chi Minh

Adorei descobrir os cantos bem moderninhos da cidade. As milhares de motos na rua também ficarão para sempre na memória.

 

Ho Chi Minh

Uma cidade quase cosmopolita, mas por uma fração do preço das que conhecemos.

Nha Trang

Uma praia bonita com poucos atrativos e muitos russos.

 

Nha Trang

Uma praia de russos, por russos, para russos, onde a breguice soviética encontra a falta de higiene do sudeste asiático.

Hoi An

Clima europeu na charmosa cidade das lamparinas coloridas.

 

Hoi An

Gente demais, luzes demais, lojas demais e restaurantes demais para ser uma cidade de verdade.

Hanói

É ainda pouco atraente e desenvolvida para o turismo.

 

Hanói

Mais um boneco de cera para a conta. Os comunistas devem morrer de inveja da Madame Tussauds.

Halong Bay

Apesar dos dias feios, lá vi os barcos mais lindos da viagem e uma paisagem deslumbrante.

 

Halong Bay

Durante as monções, é igual a qualquer manhã porto-alegrense no inverno: não se vê nada além da neblina.

Luang Prabang

Valeu a pena madrugar para ver um dos momentos mais puros da viagem: a ronda das almas.

 

Luang Prabang

Fumaça, fumaça e fumaçã. Ah, também tem uns monges de laranja.

Vientiane

Poderíamos ter evitado um bus de 16 horas.

 

Vientiane

Tééééééééédio.

Arusha + Lake Manyara

Um bom começo de safári: calor, selva e caça com binóculos.

 

Arusha + Lake Manyara 

Muitas árvores, poucos animais.

Parque Nacional Serengeti 

Um parque para encontrar um monte de animais que eu jamais imaginaria ver.

 

Parque Nacional Serengeti 

Tem hora certa para entrar e sair do parque. Por causa disso, perdemos a caça dos leões em plena migração dos gnus!

Cratera Ngorongoro 

O parque que nos proporcionou as melhores caçadas.

 

Cratera Ngorongoro 

Lembrou bem que a ausência do ser humano faz um bem danado.

Bwejuu + Stone Town 

Uma praia vazia, ótima para se isolar.

 

Bwejuu + Stone Town 

Praia, em terra de Maomé, está sempre deserta. Fica a dica de investimento.

Kathmandu 

Uma Old Delhi gigante. Uma bagunça com muita pobreza contrastando com uma rica cultura.

 

Kathmandu 

Uma agressão sensorial. Em todos os sentidos da expressão.

Bhaktapur 

Um lado mais turístico do Nepal, mas com as mesmas características de Kathmandu.

 

Bhaktapur 

Nem tão especial que mereça todos os elogios que recebe, nem tão igual a Kathmandu que deva ser ignorada.

Lhasa

A fé mais forte que já vi contrastando com a cultura fria dos chineses.

 

Lhasa 

Se for verdade que ao morrer as lâmpadas de manteiga iluminarão o caminho dos espíritos, os tibetanos estarão cegos de tanta luz.

Expedição Everest

Lugares isolados e abençoados com o monte mais alto e perigoso do mundo.

 

Expedição Everest

O monte deu para ver só do avião, mas ah como foi bom sair daquele chão que insistia em tremer.

Thimphu

Amor a primeira vista por uma pacata cidade com regras bonitinhas.

 

Thimphu

Ver alguém se enforcar na terra da felicidade pode Arnaldo?

Punakha

A cidade que faz você se sentir bem com a sua maneira simples de viver.

 

Punakha

É a casa dos pais do nosso guia Karka!

Paro

A porta de entrada para o reino da felicidade e para o monastério mais lindo do mundo.

 

Paro

Parece Thimphu, mas também parece Punakha. Ah, e tem o monastério mais bonito do mundo!

Mandalay

Nos arredores da cidade, encontramos o povo mais querido do sudeste asiático.

 

Mandalay

Quase (eu disse quase) tão quente como Siem Reap.

Bagan

Ver os milhares de templos do alto no momento do pôr do sol foi a melhor pedida.

 

Bagan

Queimei a sola dos pés, todos os dias, em todos os templos.

Inle Lake

Um lago que nos surpreendeu. E muito.

 

Inle Lake

Um lago, e daí?

Yangon

Shwedagon Pagoda foi a cereja do bolo de Myanmar.

 

Yangon

Os artistas birmaneses já não eram lá uma Brastemp, mas os luminosos bregas que colocaram sobre a cabeça de cada buda é algo de outro mundo.

Langkawi

Uma praia legal da Malásia, mas sem nada especial.

 

Langkawi

Não é aquela coca-cola toda que dizem na internet.

Kuala Lumpur

As torres Petronas tomaram conta da paisagem.

 

Kuala Lumpur

Muçulmanos mais flexíveis, chineses mais educados e indianos mais cheirosos. Que mistura!

Malaca

Com certeza uma cidade nada portuguesa.

 

Malaca

Um retrato da história: em antigas construções portugueses, hoje os chineses prosperam.

Cingapura

Dias fantásticos em um lugar multicultural. Recomendo muito!

 

Cingapura

Sempre pensei que fosse um lugar super rígido, mas a verdade é que não deixa de ser absurdamente normal.

Maldivas

Aqui conheci o paraíso.

 

Maldivas

Parece mentira, mas não é.

Boracay

Uma super ilha lotada de turistas e o melhor banho de mar da minha vida.

 

Boracay

Que banho de mar!

El Nido

Valeu cada perrengue. Corra para visitar antes da invasão chinesa chegar.

 

El Nido

É longe. Fica umas seis horas de carro do lugar onde Judas perdeu as botas.

Seminyak

Se para alguns é uma bela opção de praia para o surfe, para mim é um centrinho legal entupido de turistas.

 

Seminyak

Parece o litoral gaúcho: areia escura, água fria e nordestão a mil em uma praia que não tem fim.

Ubud

Os cantinhos escondidos de lá revelam o melhor e o mais zen da Indonésia.

 

Ubud

A revolução do Uber já chegou: todos em Ubud são taxistas.

Bromo

Foi lindo ver um vulcão tão de perto.

  Bromo

Teria sido bem legal, se não fossem os outros mil jipes lotados de gente fazendo a mesma coisa, ao mesmo tempo.

Yogyakarta

Valeu a ida para conhecer os super templos e as pessoas mais queridas do país.

 

Yogyakarta

Pago um almoço para quem soletrar corretamente o nome da cidade na primeira tentativa. Prometo.

Melbourne

Moraria, trabalharia e viveria feliz em uma cidade com tanto estilo.

 

Melbourne

Parece até um Manga japonês. Verde, roxo, azul, enfim, estranho mesmo é quem não tem cabelo colorido.

Sydney

Não cansei de olhar nem por um segundo para a grande ópera.

 

Sydney

Não venham retirar o visto do Canadá aqui. É sério.

Auckland

A parte mais cool da Nova Zelândia.

 

Auckland

Voltei a perder no casino...

Wellington

Com certeza não é a capital mais interessante do mundo, mas é bonitinha.

 

Wellington

Era para ser a capital mais cool do mundo. Só que não.

Queenstown

Uma daquelas cidades que me ganham pelo espírito jovem.

 

Queenstown

Fila de uma hora para pedir um hambúrguer? Hein?

Road to Christchurch

Cidades tranquilas, lindas paisagens e um povo bem hospitaleiro.

 

Road to Christchurch

Ver os Highlanders serem campeões do Super Rugby pela primeira vez na história em um pub local de Omarama não tem preço.

Tokoriki

Difícil amar Fiji depois de ter conhecido as Maldivas.

 

Tokoriki

Não fique no Sheraton. Depois não diga que eu não avisei.

Honolulu

Amei a praia, a cidade e o clima americano. Voltaremos com uma boia.

 

Honolulu

A minha praia preferida pelas maratonas de Law and Order e Forensic Files de todas as noites. Amém!

7 Dias no Alasca

Pisar em uma geleira foi incrível. Só faltaram os ursos.

 

7 Dias no Alasca

Esqueceram de acordar o Zé Colméia.

Seattle

O melhor são as lojas do Starbucks a cada esquina.

 

Seattle

A casa dos sem-teto.

Vancouver

Uma linda cidade cheia de espaços públicos interessantes que não conquistou o meu coração.

 

Vancouver

Perfeitinha demais, vazia por dentro.

Cidade do México

O centro histórico mais encantador da América Latina.

 

Cidade do México

Uma São Paulo sem os paulistas, com gente simpática e nada convencida.

Oaxaca

Cada fachada, um click. O México em cores.

 

Oaxaca

Muita paz enquanto esperava a família Sperotto voltar das compras.

Playa del Carmen

Boa praia com um autêntico clima mexicano.

 

Playa del Carmen

Suas praias cheias de algas fedorentas me lembraram de Key Biscayne, em 1993.

Havana

Pisar por lá é se sentir em uma novela de época. Hay que entenderla!

 

Havana

Exemplo clássico de um fracasso econômico retumbante.

Trinidad

As fachadas mais encantadoras e boa rumba.

 

Trinidad

Os taxistas de Trinidad estão juntos da família Fidel no topo da pirâmide social da ilha.

Varadero

Um paraíso moderninho no meio de uma Cuba tão atrasada.

 

Varadero

Claramente não é Cuba.

Caye Caulker

Encontramos a felicidade na simplicidade da ilha.

 

Caye Caulker

Tem a mágica de fazer o tempo parar.

Flores + Tikal

Para visitar Tikal sem dormir no meio do mato.

 

Flores + Tikal

Ninguém vai para Flores por causa de Flores.

Río Dulce

Um pit-stop em um bom hotel.

 

Río Dulce

Como o Rio Guaíba, é um lago e não um rio.

Antígua Guatemala

Com certeza a cidade mais linda que visitamos na Guatemala.

 

Antígua Guatemala

Terça e quinta-feira tem duas pizzas pelo preço de uma no Dominos.

Panajachel + Chichicastenango

As cores e tradições ainda estão bem vivas nos pequenos povoados.

 

Panajachel + Chichicastenango

Se todas as lojas da Guatemala vendiam as mesmas coisas, não entendi porque fazer compras em um lugar tão distante.

Copán

O café de lá me encantou.

 

Copán

A parte mais famosa do lugar está em um túnel que não se pode visitar. Vai entender.

León

Já na chegada, o taxista nos avisou que o lugar era perigoso.

 

León

Não deixe de comer em um posto de gasolina. Fantástico.

Granada

Para passar a tarde e seguir em frente.

 

Granada

Tem mais fama que merece.

San Juan del Sur

Estilo surfista de ser.

 

San Juan del Sur

Ratos no telhado. De novo.

Tamarindo

Muita propaganda para pouco conteúdo.

 

Tamarindo

E quem não surfa, faz o que?

La Fortuna

A Costa Rica verde para os fãs do ecoturismo.

 

La Fortuna

A velha máfia dos táxis.

Puerto Viejo

Vá sabendo que é roots.

 

Puerto Viejo

A moda é tirar selfie com uma árvore. Não entendi nada.

Bocas del Toro

Não muito longe dali encontramos um paraíso chamado Red Frog Beach Island Resort & Spa.

 

Bocas del Toro

Dirigir um carrinho de golfe é surpreendentemente divertido.

Cidade do Panamá

A Cingapura latina, oferecendo muito mais que compras.

 

Cidade do Panamá

Que decepção. Os jogos de Xbox custavam o mesmo que no Brasil.

Bogotá

Andrés, a melhor rumba do mundo.

 

Bogotá

Um lugar para morar. Voltaria feliz.