Pedro, Cade a Ju?

 
 
27 August 2015
Pedro

Caye Caulker

 

# Dias: 3 (Agosto, 2015)

Se Cuba parou no tempo, Caye Caulker tem a mágica de fazer o tempo parar. Com suas ruas de areia, seus carrinhos de golfe elétricos (sim, este é o modo de transporte em uma ilha que na verdade não precisa de transporte), seu estilo Reggae de ser, seu lindo mar sem praia, suas manhãs abafadas e suas tardes fresquinhas, este lugar perdido no país pouco conhecido de Belize talvez tenha sido onde encontramos a maior paz em toda a viagem. E olha que já se foram cinquenta e tantos países e mais de uma centena de destinos. Se tivéssemos que ficar aqui para sempre, não seria tão ruim assim. Dormiríamos até tarde todos os dias, tomaríamos café no Amor y Café, saltaríamos do píer quebrado para o mar verdinho e quente sem ondas, talvez parasse no The Split para tomar uma cerveja ou um coquetel qualquer, dividiríamos um grilled panini no meio da tarde no Café Paradiso, assistiríamos a brisa tomar o seu rumo no final da tarde da rede do nosso terraço no terceiro andar do Cayer Caulker Condos e terminaríamos o dia jantando uma deliciosa massa do divertido Armando no Pasta Per Caso. Sim, todos os dias de nossas vidas, até o fim dos tempos.

Onde Dormimos: Caye Caulker Condos (bom -- avaliação tripadvisor).

Fica a Dica: Não deixe de jantar pelo menos uma noite no Pasta Per Caso, do italianíssimo Armando. São duas opções por noite. Todas deliciosas.

 
Notice: Please install JComment component if you want to use the JComment!