Pedro, Cade a Ju?

 
Aviso
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
  • Não foi possível instanciar a função mail.
 
13 September 2015
Pedro

Puerto Viejo

 

# Dias: 1 (Setembro, 2015)

Puerto Viejo nos lembrou um pouco de Caye Caulker. Compartilhava daquele astral meio reggae e quase não tinha praia (era só um fiapo de areia), mas realmente não despertava aquela mesma magia. Talvez a nossa experiência por lá tenha sido um pouco prejudicada pelo fato de termos ficado em um péssimo hotel e almoçado em uma biboca qualquer, mas a verdade é que não sentiremos saudades de lá. Enquanto a Ju tomava sol, o Pedro inventava histórias para um grupo de crianças curiosas. Disse que era um ex-atleta com passagem pelo Real Madrid e seleção brasileira, que tinha quarenta esposas no Brasil e que estava aposentado aos 33 anos de idade (bom, pelo menos, a última parte até que não era mentira). Eles fizeram milhares de perguntas (queriam muito saber qual era o nosso carro!), disseram que a Ju era linda e até pediram para o Pedro trazer duas mulheres para cada um deles. Quando uma bola de futebol apareceu por ali, saímos de fininho para não passar vergonha (afinal, o Pedro não deve conseguir fazer nem 10 embaixadinhas nos dias de hoje). Fechamos o dia comendo pizza, tomando cerveja e assistindo ao maior clássico do futebol Costarriquenho: Deportivo Saprissa e Liga Deportiva Alajuelense. Vitória da Liga por 2 x 1, com direito a gol no finalzinho.

Onde Dormimos: Sea Tower Hotel (ruim -- avaliação tripadvisor).

Fica a Dica: Não chegamos a comer lá, mas o Outback Jack’s pareceu ser bem divertido.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar